Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Quais coberturas de seguro são necessárias para gráficas?

Coberturas de seguro para gráficas
Contratar um seguro para sua gráfica é fundamental para garantir a continuidade das operações sem surpresas. Conheça as principais coberturas de seguro no setor e saiba como escolher o melhor tipo para o seu negócio!

Na rotina das empresas gráficas, por vezes, um detalhe importante acaba sendo esquecido ou adiado: a contratação de coberturas de seguro

No entanto, conforme um levantamento, estima-se que 40% dos pequenos negócios sofrerão prejuízos vultosos associados à ocorrência de sinistros até 2025. 

Assim, a prevenção pode ser o melhor remédio para a saúde financeira e o sucesso de sua empresa. E as coberturas de seguro fazem parte disso. 

"Pense, por exemplo, em tudo o que você já investiu no negócio, na qualificação, nos equipamentos, na divulgação — certamente, você investiu bastante para criar e valorizar a sua empresa por meio de diversos ativos. Um sinistro pode colocar tudo isso em risco”, explica a corretora de seguros Janete Melo.

“Se ocorrer um curto-circuito em uma máquina de impressão, por exemplo, e acontecer um incêndio, qual seria o total de seu prejuízo? Se você tiver um seguro empresarial e cobertura para esse tipo de incidente, você, sua renda e seu negócio estarão protegidos e as perdas serão bastante amenizadas", completa Melo.

Para saber mais, continue a leitura! A seguir, você descobrirá a respeito de algumas das principais coberturas de seguro para empresas gráficas. 

Quais tipos de danos/prejuízos devem ser contemplados nas coberturas de seguro? 

Uma iniciativa importante para o empreendedor que quer mitigar riscos e estar preparado para reduzir impactos negativos de imprevistos é a contratação de um seguro empresarial. 

"Como o nome indica, esse seguro oferece proteção contra sinistros no estabelecimento empresarial, e isso faz com que o empreendedor possa se focar em questões mais estratégicas para fazer o negócio prosperar e crescer em diferentes cenários", esclarece Melo. 

Há variações entre as coberturas de seguro dessa modalidade. Entre as principais, estão:

  • incêndios; 
  • explosões; 
  • vendaval; 
  • enchentes; 
  • queda de raio; 
  • queda de aeronaves. 

Além dessas, que são consideradas coberturas de seguro básicas, há, ainda, as adicionais, que a gráfica pode contratar conforme as suas necessidades, incluindo: 

  • danos elétricos; 
  • roubo de bens; 
  • quebra de vidros e espelhos; 
  • desmoronamento; 
  • e muitas outras. 

Além do seguro empresarial, quais outros são importantes para empresas do setor?

Segundo Janete, há diversas alternativas de coberturas e de seguros mais específicos que podem suprir as necessidades de proteção mais pontuais das empresas gráficas. 

No entanto, a especialista destaca duas opções para que o empreendedor considere, sendo elas: 

1. Seguro de responsabilidade civil

Gráficas, empresas de serigrafia, comunicação visual e outras que trabalham com um nível de exigência cada vez maior e que, portanto, lidam com uma responsabilidade elevada na prestação de serviços e na comercialização de produtos, podem obter uma proteção relevante com esse tipo de seguro. 

Com ele, garante-se um reembolso de valores pelos quais o segurado possa, eventualmente, ser responsabilizado civilmente em razão de danos a terceiros. 

"E há corretoras e seguradoras que também oferecem uma apólice especial para empresas do ramo, que inclui proteção contra processos em decorrência de violação de direitos autorais e uso de imagem em materiais impressos e comercializados, erros em mensagens publicitárias e outras situações que podem ocorrer nesse tipo de negócio", complementa a especialista. 

2. Seguro dos equipamentos

A operação diária de gráficas e empresas do setor depende de seus equipamentos para a prestação de serviços. Portanto, é recomendado considerar também a contratação de coberturas de seguros para esses maquinários. 

Há coberturas que podem cobrir uma série de problemas em termos de falhas e gastos com o conserto por quebra de equipamento, que ajudam a garantir que, mesmo no caso de um incidente, sua gráfica consiga cumprir os compromissos já assumidos com clientes e não prejudique o atendimento de novas demandas. 

Como decidir pelo tipo de cobertura de seguro?

É importante ir além do aspecto financeiro nessa avaliação. Para quem não tem um conhecimento ou experiência mais ampla com os detalhes que regem o mercado de seguros, o indicado é buscar o apoio de uma corretora de seguros, que irá ajudar na identificação da solução ideal para as suas necessidades e o seu orçamento.

É fundamental uma avaliação criteriosa sobre as coberturas que são indispensáveis e aquelas que podem não ser prioritárias para o seu negócio. Para isso, o ideal é avaliar o nível de exposição aos diferentes tipos de riscos, não deixando de lado nenhum que seja mais crítico.

"Assim, se uma apólice traz na lista de exclusões de cobertura um dos principais tipos de riscos aos quais a gráfica está exposta, será necessário verificar a possibilidade da sua inclusão ou, até mesmo, procurar outra proposta”, observa Melo. “Deve-se ter em mente que, quando o assunto é manter a empresa segura, o barato pode sair caro no longo prazo, e deve-se avaliar a apólice para que ela caiba no orçamento, mas cobrindo as suas reais necessidades", finaliza.

Quer mais dicas para fazer uma gestão mais eficiente da sua empresa? Confira nosso guia de gestão de pessoas, vendas e atendimento ao cliente!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar