Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Estamparia digital: os passos da retomada

Estamparia digital os passos da retomada.png
Apesar da crise instaurada pelo novo corona vírus, para a estamparia digital, é preciso tomar os passos da retomada.

A crise ocasionada pela pandemia de Covid-19 não afeta apenas a saúde, mas também outras áreas, incluindo a econômica. Embora alguns setores tenham sido gravemente afetados, há um certo otimismo para a retomada de algumas áreas. E isso inclui a estamparia digital.

O setor têxtil, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), registrou uma queda de 22% na produção no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019. No entanto, há algumas áreas com projeções animadoras para uma retomada mais acelerada, especialmente a estamparia digital.

Este tipo de negócio tornou-se uma opção viável para empreendedores que estão buscando investimentos com boa relação entre custo-benefício, ao mesmo tempo que garante qualidade e rapidez de produção, além dos diferenciais de uma atividade marcada pelos potenciais da digitalização, como reforça o CEO da Global Química & Moda, Felipe Sanchez.

“Acredito em uma retomada rápida porque o digital é muito mais fácil de ser inserido no contexto produtivo, além de estar muito ligado com os novos modelos de consumo”, explica o especialista.

Sanchez comenta ainda que essa projeção positiva tem outras motivações, como a possibilidade de customização e personalização de produtos trazida pela estamparia digital, que é bastante valorizada e buscada pelo cliente atualmente.

“O consumidor quer cada vez mais itens exclusivos, que estejam alinhados com a sua personalidade”, afirma Sanchez.

Dicas para a retomada na estamparia digital

O empreendedor que entender essa demanda por personalização e aliá-la com a rapidez do digital estará orientando seu negócio para a retomada. Na estamparia digital é possível aplicar mais criatividade nos modelos de produção e no catálogo de produtos e serviços.

Portanto, é válido pesquisar sobre novas tendências em seu mercado local e, mesmo, outras que possam ser atendidas remotamente. Se sua estamparia digital não tem e-commerce ou outras modalidades de venda via internet, esse é o momento de inserir-se nesse mercado para maximizar suas possibilidades de retomada mais rápida.

Além disso, é fundamental buscar fornecedores de confiança, que ofereçam produtos de qualidade e atuem como parceiros para o desenvolvimento de sua estamparia digital. Ainda, é importante buscar um melhor aproveitamento da produção.

Como estamos vindo de um momento de queda geral, o aproveitamento da produção fazendo com que não ocorram desperdícios ou algum tipo de retrabalho, de modo a tornar a produção mais eficaz e, consequentemente, mais barata, é crucial.

Reutilizar de alguma maneira sobras e outros insumos que seriam desperdiçados também pode ser considerado, especialmente porque, assim como a personalização, a sustentabilidade está em alta e essa pode ser uma oportunidade não apenas de otimizar custos como de gerar renda extra para a estamparia digital.

Também avalie inovar em seu portfólio de produtos e serviços. Com a estamparia digital, é possível repaginar coleções e até mesmo lançar novos produtos em um espaço de tempo mais curto do que o tradicional, sem a necessidade de se fabricar um alto volume de peças.

Erros a serem evitados para a retomada na estamparia digital

É importante ter em mente que, quando falamos em inovação e investimentos para tornar a estamparia digital mais competitiva, isso não significa comprometer o caixa com altos gastos, em especial em um momento de instabilidade como o atual. Na verdade, por mais que você queira modernizar seu negócio e buscar novas oportunidades, é fundamental evitar o erro de investimentos malfeitos, cada real que sair do caixa deve ser bem-planejado.

Mas isso não quer dizer evitar investimentos. Na verdade, nessa avaliação, considere o retorno potencial de cada investimento para projetar se ele vale ou não a pena. Por exemplo, a digitalização da produção pode ser uma saída tanto para reduzir custos no médio e longo prazo quanto para modernizar e trazer versatilidade para a estamparia digital. Não considerar esse caminho, pensando apenas em evitar um gasto imediato, pode ser um erro que prejudicará a retomada para o negócio.

"É importante que o empreendedor se informe sobre as possibilidades de digitalizar sua produção. Muitas vezes esse receio em relação ao novo faz com que muitos negócios deixem de pesquisar e acabem não se adequando, quando, na realidade, o processo é muito mais simples e barato do que se imagina”, recomenda Felipe Sanchez.

Para mais dicas sobre essa questão, confira também o artigo sobre como implementar sistema de impressão digital têxtil em seu negócio.

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Feira Futureprint lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar