Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Sublimação em tecido: 5 dúvidas frequentes

Sublimação em tecido
Como fazer sublimação? Quais os tecidos que podem ser sublimados? Em sua nova coluna para o canal de conteúdo da FuturePrint, o pesquisador Jorge Marcos Rosa responde, de forma didática, às principais dúvidas sobre o assunto. Confira!

Na indústria têxtil e de confecção, existem dois principais processos de coloração: o total e o parcial. A coloração total é obtida pelos processos executados em tinturarias, onde o tecido é colorido somente em uma cor, obtida de forma uniforme em todo o tecido.

Já a coloração parcial é obtida pelos processos executados em estamparias, podendo ser em uma ou em várias cores. Em raras exceções, a coloração parcial também pode ser obtida em ambos os lados (avesso e direito).

Mas o assunto hoje é sublimação. O que significa, afinal, essa palavra? E como funciona a sublimação em tecido? Vamos responder às principais dúvidas sobre o assunto:

1. O que é sublimação?

De acordo com o dicionário online Michaelis, temos as seguintes definições:

  • "Ato ou efeito de sublimar"; e
  • "Elevação ao estado sublime".

Quimicamente (o que realmente nos interessa), a definição de sublimação é: “passagem de um corpo do estado sólido ao gasoso e vice-versa, sem sua transformação prévia em líquido.”

Uma substância química que tem essa propriedade faz parte de nosso cotidiano e, acredito, todos nós conhecemos. Essa substância chama-se água!

A água em sua forma sólida, o gelo, quando nas condições normais de ambiente, ou seja, fora da geladeira ou freezer, sofre fusão e sublimação ao mesmo tempo. Aliás, fusão é a propriedade que uma substância possui em passar do estado sólido para o estado líquido. Nesta condição, o gelo "derrete" liberando água no estado líquido.

O gelo também sublima, ou seja, libera água no estado gasoso. É aquela "fumacinha" que observamos quando o retiramos do congelador.

2. Como é feita a sublimação em tecido?

Assim como a água, uma classe de corante utilizado na indústria têxtil e de confecção, a dos corantes dispersos, também tem a propriedade de sublimar. Quando submetidos em determinadas condições de temperaturas acima de 160 ºC, esses corantes passam do estado sólido para o estado gasoso.

3. Qual o melhor tecido para sublimação?

Esses corantes são do tipo plastosolúveis, ou seja, possuem afinidade com tecidos compostos somente por fibras "plásticas". Na indústria têxtil e de vestuário, o poliéster e a poliamida são as fibras mais utilizadas.

Sublimação em tecido: poliéster

O poliéster é uma das fibras mais utilizadas na sublimação em tecido

4. Qual material para sublimação em tecido é mais utilizado?

O processo de estamparia por sublimação consiste em aplicar o corante disperso em uma superfície específica, pela qual ele não tenha uma afinidade plena. O material para sublimação mais utilizado industrialmente é um papel específico para esse tipo de processo.

Após a aplicação, e posterior secagem em alguns casos, o papel é colocado sobre o substrato e esse conjunto, papel e substrato, é submetido a um sistema de pressão e calor, onde ocorre a sublimação do corante com posterior transferência do corante do papel para o substrato, geralmente composto por poliéster ou poliamida — pelo qual o corante possui maior afinidade.

5. A sublimação em tecido é um processo sustentável?

Do ponto de vista ambiental, quando comparado aos demais processos de estamparia, esse processo de sublimação em tecido é extremamente amigável ecologicamente, pois demanda baixíssimo consumo de água e de energia.

Jorge Marcos Rosa é Técnico Têxtil, Licenciado em Química, Mestre, Doutor e Pós-doutor em Engenharia Química, Pós-doutor em Engenharia de Processos Têxteis e Pós-doutor em Tecnologia das Radiações Nucleares. Possui experiência profissional na área de engenharia de produtos têxteis e em modelagem e otimização de processos químicos têxteis. Atualmente é Pesquisador no Instituto SENAI-SP de Tecnologia Têxtil. E-mail: [email protected]

Quer saber ainda mais sobre materiais para sublimação? Confira nosso infográfico sobre tipos de papel sublimático e suas aplicações!

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar