Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

shutterstock_599083094.jpg

Como escalar a produção da serigrafia sem perder qualidade em 6 passos

Saber como escalar a produção da serigrafia é entender que sempre isso está ligado ao aumento de custo. Saiba mais.

Não basta ter como objetivo de empresa o crescimento - é preciso saber como crescer. No mercado de serigrafia e estamparia têxtil, novos formatos e tecnologias fazem com que escalar a produção seja necessário para que a empresa possa aproveitar as novas oportunidades, porém, sem precisar aumentar a equipe ou fazer maiores investimentos em estrutura. Assim, estabelecer estratégias de como escalar a produção sem perder o controle da operação é algo fundamental para se manter competitivo no mercado.

"Se você deseja expandir seus negócios, pode escalá-lo para crescer rapidamente e manter todos os elementos que tornam sua empresa ótima no que já faz. Porém, é comum vermos empresas que não conseguem obter sucesso por não conseguirem se adaptar. Ou, ainda, por terem um crescimento maior do que poderiam administrar. Saber como escalar a produção de maneira inteligente pode ser decisivo para atrair clientes, manter um time forte para seu negócio e sua empresa preparada para atender as novas demandas do mercado", afirma Henrique Teixeira, gestor de projetos e inovação e mentor de startups.

A seguir, confira algumas dicas para que você possa escalar sem comprometer a qualidade de seus serviços, e aprenda a identificar alguns erros que podem levar a uma má gestão de recursos de seu negócio.

1. Entenda as principais características de uma empresa escalável

Tornar a escalabilidade algo concreto é o primeiro passo para que, de fato, a produção tenha terreno para escalar. Apenas injetar mais dinheiro em sua mão de obra ou em novos substratos para serviços gráficos não torna sua operação escalável realmente. Via de regra, a escalabilidade dos negócios passa por:

  • Atividades ensináveis: o que é realizado pela sua empresa pode ser executado por outra pessoa, com o ensino adequado? Negócios escaláveis tendem a ser flexíveis, e replicáveis, facilitando sua expansão.
  • Diferencial de valor: sua gráfica ou birô foca em algo que diferencie o negócio de seus concorrentes? Sua marca tem autoridade ou exclusividade que permita escalar a produção e o escopo de seu negócio?
  • Sustentabilidade na repetição: os processos de seu negócio devem gerar receita constante, assim podendo ser ampliados sem queda na qualidade produtiva.

2. Saiba ler a demanda do mercado

Muitos crescimentos se tornam desmedidos por não estarem compatíveis com o mercado. Antes de escalar a produção, é importante observar sua empresa agora. Quais os principais segmentos que demandam soluções de estamparia, serigrafia ou comunicação visual? De que forma essa demanda é atingida?

"Uma análise de indicadores relacionados ao capital de seu negócio é uma sinalização clara dos passos a serem tomados. Afinal, além de escalar a produção, é preciso que se tenha um controle dos custos. Se cada novo cliente apresenta um CAC (custo de aquisição de cliente) mais elevado e, ainda, seus custos também crescem desproporcionalmente para atender um novo segmento, é preciso repensar a estratégia", destaca Teixeira.

3. Identifique os gargalos de sua operação

Saber como escalar a produção, por si só, não garante aumento de qualidade. É possível que sua equipe de vendas não esteja entregando uma quantidade de clientes que justifique esse aumento. Ou, ainda, que seu setor de compras não esteja trazendo os substratos necessários para a demanda de venda final. Esses são exemplos de gargalos, de limitações que comprometem a capacidade da cadeia.

Saber identificar os gargalos em sua operação é vital para escalar a produção e não perder a qualidade. Para isso, é importante que adotar sistemas que antecipem e busquem os pontos que limitam sua demanda. O monitoramento - feito de forma consistente - permite ter uma maior agilidade para otimizar seus processos e, assim, ter os recursos necessários para escalar sua produção.

4. Entenda que saber como escalar a produção passa, principalmente, por melhorar e diversificar

"Muitas empresas acham que a escalabilidade é sinônimo de expansão. Isso não é exato. Como escalar a produção é sobre como melhorar e diversificar seu portfólio, seus processos, suas entregas e, com isso, aproveitar oportunidades, atender novos nichos e tornar sua empresa ainda mais forte e lucrativa, desenvolvendo um modelo replicável e bem-sucedido, porém sem perder sua proposta de valor", afirma o especialista.

Por isso, a qualidade é um elemento fundamental para tornar seu negócio escalável. Portanto, é importante estabelecer padrões operacionais e padronizar seus processos internos, de modo que o que já tornava sua marca especial e diferenciada seja mantido, mesmo no atendimento a novas frentes de mercado.

5. Compreenda que as pessoas são o segredo de como escalar a produção com sucesso

Na hora de elaborar estratégias de como escalar a produção, muitos empresários acabam, também, ampliando as contratações. Porém, nem sempre isso é realmente necessário, muitas vezes, a escalabilidade é possibilitada ao se fazer mais com menos, aproveitando a expertise dos talentos atuais.

Quando você contrata, treina bem seu pessoal e consegue otimizar e enxugar seus processos produtivos sem alterar a qualidade de seus produtos e serviços, de modo a não sobrecarregar sua força de trabalho, a escalabilidade da produção passa a se tornar mais facilitada e viável.

Além disso, essa pode ser uma boa oportunidade para aproveitar e valorizar os talentos que você já tem na empresa, apresentando novos desafios para mantê-los engajados, os ajudando a desenvolver novas habilidades, etc.

6. Torne seus processos descomplicados

"Parte do sucesso da Apple, por exemplo, sob a liderança de Steve Jobs, nasceu de sua capacidade de remover do caminho coisas que eram excessivamente complicadas. A complexidade suga o tempo produtivo e a criatividade das equipes. Ela exige mais reuniões, mais explicações, mais ajustes, um fluxo de trabalho maior e mais moroso. E tudo isso desacelera o crescimento dos negócios e torna a escalabilidade um objetivo mais distante", resume Henrique Teixeira.

Agora que você já sabe mais sobre como escalar a produção sem perder a qualidade, descubra também se seus canais de venda são os mais adequados para o crescimento de seu negócio.

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Feira Futureprint lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar