Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Evite esses gargalos financeiros na sublimação

Evite esses gargalos financeiros na sublimação.png
Os gargalos financeiros podem ser um obstáculo para os resultados na sublimação. Saiba como evitá-los.

A sublimação é uma técnica que oferece grande potencial para atender a um vasto mercado. Mas, para isso, é preciso ficar atento a alguns gargalos financeiros que podem prejudicar o sucesso do negócio.

Hoje, manter empresas lucrativas não é uma tarefa tão simples. E negócios no ramo da sublimação não são diferentes. Afinal, este é um setor que apresenta grande competitividade e fácil entrada, o que demanda das empresas o desenvolvimento constante de diferenciação e de estratégias para tornar sua operação mais custo-eficiente.

Sabemos que muitas pessoas buscam a sublimação como solução profissional e financeira, mas cometem erros quando começam no mercado sem nenhum tipo de conhecimento, o que pode gerar custos desnecessários e alguns prejuízos.

Para ajudar a evitar este cenário, o professor e diretor da Escola Phd de Impressão e da Estamparia do Futuro, P. H. Oliveira, vem nos chamar atenção para a importância de buscar conhecimento e informação antes de começar a investir e empreender neste ramo.

A seguir, confira as dicas do especialista para evitar gargalos financeiros que comumente prejudicam os lucros de quem trabalha com sublimação.

Quais são os principais gargalos financeiros na sublimação?

O professor P. H. Oliveira começa explicando alguns dos problemas comuns especialmente para quem está ingressando neste mercado.

"Levando em consideração o nosso público-alvo, que geralmente está empreendendo por ter uma necessidade de urgência, como desemprego, busca de uma renda extra ou, até mesmo, insatisfação profissional, acredito que o primeiro desafio é na compra de equipamentos. E isso agrava-se em muitos casos pela necessidade de retorno em um curto prazo", afirma P. H.

Para ilustrar esse tipo de gargalo, o especialista complementa trazendo um exemplo.

"Houve ocasião em que chegaram para mim pessoas que precisavam pagar equipamentos, já com os trabalhos realizados nele, o que seria perfeito. Entretanto, sabemos que existem outros fatores para que isso ocorra, como aprender o manuseio, criar as primeiras peças de marketing, saber precificar e outros pequenos desafios que levam tempo para dominar."

Para o especialista, outras questões podem constituir gargalos mais pontuais nos negócios de sublimação.

"Insumos como tintas e papéis, geralmente não são um grande problema, e o consumo de energia varia de acordo com a produção, assim, quando aumenta um pouco o valor da energia elétrica, geralmente é consequência de um aumento de vendas e de faturamento", explica.

Como identificar esses gargalos nas empresas?

Nem sempre o empreendedor tem claro o que está motivando seus problemas de caixa e desperdícios. Por isso, é preciso assumir uma postura proativa visando detectar esse tipo de gargalo em seu negócio.

O professor P. H. Oliveira recomenda algumas práticas para ajudar neste momento.

"Uma pesquisa seria a melhor forma de começar a entender o novo desafio. Outra coisa muito importante é saber onde se quer chegar com esse trabalho, quanto precisa de pró-labore, por exemplo, é uma etapa que muitos empreendedores pulam ou até mesmo desconhecem a importância."

Como resolver os principais gargalos, evitando desperdício de dinheiro e de recursos?

Para ter uma operação rentável, é importante sempre ter o planejamento como pilar. Conhecer bem seu cliente, mercado e as melhores técnicas de trabalho ajudará no desenvolvimento de um negócio mais eficiente e lucrativo, minimizando pontos de desperdícios e problemas que geram gargalos financeiros.

O professor da Escola Phd de Impressão, compartilha algumas dicas para ajudar os empreendedores a vencerem esses desafios.

"Levando em consideração os pontos levantados aqui, posso garantir que é uma boa estratégia começar escolhendo um nicho do mercado que você já está inserido, assim, entenderá o público para o qual deseja vender e isso ajudará bastante nos resultados, foi o que eu fiz no meu início, em 2007. Outro ponto importante é definir os substratos que serão parte do portfólio da empresa. Recomendo sempre começar com poucos itens, pois deve-se atentar que é preciso saber estampar, precificar, calcular o estoque... Assim, quanto mais produtos você trabalha, maior o desafio."

P. H. Oliveira conclui com outras boas práticas para quem quer construir um negócio de sucesso, sem gargalos financeiros.

"Empreender na sublimação é muito mais do que saber estampar, é ter uma empresa, um negócio. Sendo assim, busque saber um pouco sobre cada assunto, como Finanças, Marketing, Relacionamento com clientes. Fique atento às leis vigentes e, sempre que possível, veja o que está acontecendo no mundo da impressão, acompanhando o portal de conteúdo da FuturePrint e os conteúdos gerados pela Escola Phd de Impressão, junto com o projeto Estamparia do Futuro", finaliza.

Sabia que a produção sob demanda pode ajudar na sua gestão financeira?
Entenda como no nosso material exclusivo e gratuito.
É só clicar no botão laranja "Baixar"

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar