Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

No meio do falatório, um grito e uma prece

No meio do falatório, um grito e uma prece..png
Hoje os grandes formatos aliados a inovação e a tecnologia ampliam ainda mais as possibilidades de agências viralizarem fantásticas criações e darem um mega fone ainda maior aos quadros que gritam nas ruas deliciosamente ao ouvido dos consumidores!

Estamos na era da informação há algum tempo. Somos bombardeados com notícias, anúncios, o tempo todo, em todas as telas. Textos, vídeos, cores, imagens e blá blá blá. É um falatório sem tamanho em nossas mentes inquietas. Em um momento você tira os olhos do alto brilho e vai para a rua – para o trabalho, para o médico, o mercado, a farmácia, a casa do amigo e até para os restaurantes as pessoas já retornaram – e dá de cara com ele: o grito! Um 9x3, um 10x4, um 25x8. Um grito de imensas proporções que colore as ruas e avenidas. Não tem como passar despercebido. Não tem como rolar a telinha com seu dedinho ansioso.

Um grito na parede! Dessa forma o mestre Dorinho Bastos definiu o outdoor em um webinar realizado pela Central de Outdoor para associados, agências e estudantes. De fato, é um grito no meio de todo o falatório, com infinitas possibilidades de criação. Fala muito, falando pouco. Fala alto, grita e chama a atenção de quem estiver na frente.

O brilhantismo da criação publicitária no outdoor viralizou campanhas inesquecíveis das quais até hoje nos lembramos como autênticas obras de arte. Quem não se lembra da manga e o caroço que a Almap colocou na rua para Kibon, em 1994? Ou o lançamento da Dunkin Donuts no Brasil, pela DM9, em 1991?

Hoje os grandes formatos aliados a inovação e a tecnologia ampliam ainda mais as possibilidades de agências viralizarem fantásticas criações e darem um mega fone ainda maior aos quadros que gritam nas ruas deliciosamente ao ouvido dos consumidores, ávidos e carentes do encantamento que a publicidade já lhes causou.

Nós, apreciadores da arte na publicidade brasileira, rogamos para que a inspiração dos criativos, casada com a racionalidade do planejamento e dos mídias – mídias que conhecem verdadeiramente a mídia e sabem que o outdoor tem um CPM baixíssimo e que as métricas de audiência certificam o curioso e imenso público nas ruas – traga para as ruas as obras de arte que engrandecem a publicidade, que enfeitam a cidade e ainda botam de volta o dinheiro no bolso dos anunciantes. Amém.

Quer saber como reorganizar sua empresa agora mesmo?
baixe nosso material exclusivo e gratuito!
Só clicar no botão laranja "Baixar"

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Feira Futureprint lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar