Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Desafios da estamparia digital têxtil - resumo 04/11 FuturePrint Xperience

Essas são as principais oportunidades para impressão têxtil!.jpg
“O digital veio para somar e não vai substituir os métodos ‘convencionais’”, afirma o especialista em tecnologia do Instituto Senai de Tecnologia, Jorge Rosa.

“O digital veio para somar e não vai substituir os métodos ‘convencionais’”, afirma o especialista em tecnologia do Instituto Senai de Tecnologia, Jorge Rosa, isso porque o sistema digital economiza água, reduz limitações e tem excelente definição nas estampas.

No entanto, dois dos maiores desafios da impressão digital têxtil são o controle de cor – obter no produto aquilo que vemos em nossos monitores – e formar o preço do nosso produto.

Para o primeiro caso, Robson Xavier de Carvalho, diretor da Cor & Processo, temos que tomar cuidado com o que na Engenharia é chamado de “propagação do erro”; tendo matrizes de qualidade, aquelas que reúnam melhores condições para a impressão. “Isso costuma ser negligenciado pela maioria dos operadores na área de impressão, seja têxtil ou ‘papel’”, comenta Carvalho.

O diretor explica que há casos em que os softwares estão com uma predefinição de cores para impressão, o que é difícil de ser identificado. Tempos atrás ele enfrentou um software predefinido para impressão de jornais e ninguém entendia se o problema estava nas máquinas, tintas - eram originais  - ou tecidos, no final das contas, o problema era um perfil de cor embutido, o processamento da imagem, tinha fração de ciano, assim nunca se chegaria ao vermelho pretendido.

Já sobre o segundo desafio (definição de preços na estamparia digital), o consultor de negócios do Sebrae-SP, Felipe Chiconato, explica que alguns passos devem ser seguidos:

  • Não vender por menos que nos custa
  • Saber quanto o mercado cobra por produtos similares, pois isso ajuda a me posicionar no mercado, sempre vai haver itens mais caros ou mais baratos;
  • Qual a percepção do cliente sobre meu valor, lembrando que valor é diferente de preço.

Diferenciais

“Qual seu diferencial quando o assunto é estampa digital?”, questiona o CEO da Black West e Costurando Sucesso, Eduardo Cristian, sentenciando que “só” preço mais baixo já não convence mais. Atualmente, já se interessam por velocidade e cuidado na entrega dos produtos, mas ainda existem cinco obstáculos para entrega das estamparias:

  1. Correria do dia dia
  2. Falta de atenção
  3. Sobrecarga
  4. Comunicação
  5. Hábitos

“Resolvemos esse problema substituindo hábitos; inserimos o check list das execuções de tarefas”, explica o CEO. O processo abrange desde a criação do desenho e nele é preenchido quem foi o responsável por aquela atividade, que horas e onde foi feita, quem é o responsável pela continuidade do processo. “Monitoramos tarefas e descobrimos os gaps da estamparia”.

Magazines

Questionados em como as estamparias vendem para os grandes magazines, Euclides Vale, diretor da Vale Transfer, e Felipe Simeoni, gerente de marketing da Global Química e Moda, explicam que há passos a serem seguidos; “Abvtex, seja como subcontratado ou como fornecedor e realizar processos com excelência”, explica Vale.

Já para Simeoni é necessário focar em qualidade, velocidade e possibilidades. “A impressão digital é um caminho sem volta. Inverte a a ordem de oferta e demanda para demanda e oferta, além de criar a massificação customizada”.

Epson

No final da noite a empresa apresentou “a realidade da tecnologia digital na impressão têxtil” com Amaro Netto e Luciara Souza, ambos account manager da Epson, mostrando cases de clientes que começaram com poucas peças e que em pouco tempo aumentaram o parque gráfico e solucionaram diversos problemas, inclusive entregando produtos mais rapidamente para seus clientes.

“Nós queremos resolver os problemas do cliente. Muitas pessoas que migram do analógico para digital e às vezes não têm muita informação, mas não tenham medo do digital. O brasileiro se adapta rápido e se reinventa com muita facilidade”, comenta Luciara.

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar