Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Tampografia para a impressão de etiquetas

Tampografia para a impressão de etiquetas

O uso da tampografia para a impressão de etiquetas tem crescido no mercado. Afinal, há um grande potencial para que o processo traga resultados satisfatórios, ao mesmo tempo em que reduz os custos e aumenta a velocidade da produção.

Muitas indústrias estão substituindo as etiquetas tradicionais pelas produzidas com a tampografia. Assim, o incômodo gerado ao consumidor é menor e o processo é mais limpo, barato e rápido.

Como resultado, o uso da tampografia para a impressão de etiquetas proporciona uma ótima qualidade de impressão e uma competitividade maior. Além do fato de que a etiqueta, assim, não é cortada pelo consumidor e, portanto, as informações de conservação da peça não se perdem.

Como funciona a tampografia?

A tampografia é um processo de impressão indireta. Com ela, a imagem é estampada na peça por meio de uma máquina. Para tanto, a imagem a ser impressa deve ser gravada em baixo-relevo no clichê. Ou seja, em uma chapa em que a tinta é depositada e coletada por um tampão de silicone flexível.

Este tampão coleta a imagem do clichê e faz a impressão na peça. Dessa forma, é possível imprimir em peças irregulares e de diversos formatos, uma vez que o silicone consegue se moldar à peça.

"A tampografia imprime as informações da etiqueta diretamente no tecido da peça. Normalmente, na parte de trás, onde fica a gola. Com isso, ela substitui a etiqueta tradicional", complementa Fernando Mesias Neto, proprietário da Tampofer Gravações Técnicas LTDA.

Benefícios da tampografia para a impressão de etiquetas

"Rapidez e economia" são os grandes benefícios da tampografia para a impressão de etiquetas destacados por Neto. Esse é um processo de impressão bastante versátil, portanto, pode ser usado em peças compostas de termoplásticos, metais, vidros, madeiras, couro etc.

O processo ainda é mais limpo e rápido que a serigrafia e mais barato que o transfer. Ao mesmo tempo, a qualidade de impressão se mantém alta. 

Para o consumidor, a tampografia elimina o incômodo causado pelas etiquetas tradicionais no vestuário. E este tem sido um dos grandes motivos pela escolha do processo.

Além destes benefícios, a tampografia para a impressão de etiquetas também proporciona:

  • Alta qualidade de impressão em traços finos e grafismos;
  • Versatilidade para imprimir em superfícies irregulares;
  • Processo de impressão contínuo, eliminando as paradas e aumentando a produtividade;
  • Economia de material e ganho de produção;
  • Grande volume de impressões com o mesmo clichê;
  • Possibilidade de impressão de até 4 cores na mesma máquina.

Cuidados a serem tomados

"É preciso ter uma arte final bem desenhada para fazer um fotolito de qualidade. Depois, o fotolito será usado para fazer a gravação no clichê. Por isso, quanto maior a qualidade desde a etapa do desenho, melhor a garantia de qualidade e resolução da gravação", recomenda Neto.

Além disso, é importante que os operadores recebam um treinamento para conhecer o funcionamento e possibilidades do equipamento.

Contar com um espaço com boa ventilação também faz toda a diferença para garantir um resultado final de qualidade.

5 dicas para vencer no mercado de impressão digital de grandes formatos
Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar