Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

capa-celular-sublimação-consumo-tendências -serigrafia

Oportunidade de primeiro negócio: capa para celular cresce com diversidade de técnicas

As capas de celular sofreram uma enorme mudança de conceito nos últimos anos. Passaram de um simples acessório, com aspectos mais funcionais, como proteger o aparelho, para se tornarem um produto ligado ao universo da moda, capazes de exibirem a própria personalidade do consumidor.

Para se desenvolver até o momento atual e possibilitar uma infinidade de opções de temas e estilos, essa tendência teve forte apoio da técnica produtiva. Assim, movimentou todo o mercado serigráfico e se tornou um dos mais destacados nichos do setor.

Como aponta Nilton Tscherne, responsável pelo Portal Sublimático, que oferece cursos sobre o setor, algumas ferramentas tecnológicas permitem medir o tamanho do interesse por esse segmento. Ele exemplifica com o próprio Google Trends – uma ferramenta que informa os termos mais buscados em um determinado período de tempo. E garante que, desde 2012, analisando gráficos estatísticos que englobam produto, cliente e mercado, o crescimento foi impressionante.

“É possível gerar um gráfico de tendências para analisar a crescente busca por ‘capinha personalizada’. O começo dessa grande busca aconteceu em fevereiro de 2012 e, até fevereiro de 2013, o interesse cresceu 1900%.  Desde então tem oscilado pouco, tendo um pico em 2014 e, recentemente, em setembro de 2016”, aponta o especialista do Sublimático, portal responsável também pela Escola de Sublimação.

E, principalmente, conforme aponta Tscherne, tão importante quanto o crescimento do interesse é a ampla gama de disponibilidade que o segmento oferece aos fornecedores. A produção de uma capa de celular, afinal, traz inúmeras alternativas de confecção. Cabe ao empresário apenas focar aquela que mais se adaptará ao seu negócio. “Destaco processos mais simples, como o adesivo, e processos mais complexos, como a serigrafia, a impressão direta UV e a sublimação digital”, enumera.

Em meio a tantas oportunidades, o especialista acrescenta um último detalhe: a tendência de personalização é tamanha que as capinhas se tornaram um elemento essencial do celular. E são, assim, um excelente negócio. “Investir nesse mercado é uma ótima aposta, visto que uma capinha é um acessório, combina com a roupa ou com o humor do usuário e, em análises mais profundas, pode estar identificada até mesmo com a troca do celular, quando uma capinha ideal para aquele modelo não é encontrada”, finaliza.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar