Oportunidades, Tendências

Moda Neon: como trabalhar com tintas fluorescentes?

As tintas fluorescentes conferem cores bastante vivas e alegres aos tecidos. E como tudo na moda é cíclico, o efeito neon promete ser a grande tendência para o verão de 2019.

As peças com essa proposta são bastante versáteis, por isso aparecem tanto em modelos esportivos, quanto na moda street style, sem falar dos acessórios.

Quer saber como agregar ainda mais valor ao seu negócio com o uso de tintas fluorescentes? Acompanhe os detalhes a seguir:

O que são as tintas fluorescentes?

Para Moacir Wilson Ferreira, coordenador da Escola Gênesis e consultor no ramo serigráfico, o interessante da moda é o seu dinamismo. “O fato é que a moda vai e a moda volta. Entre os efeitos que nunca morrem e estão sempre prontos para virar moda novamente, estão as estampas com tintas fluorescentes”, ressalta.

De acordo com o especialista, as tintas fluorescentes são as responsáveis por criar o efeito neon nos tecidos quando expostas a luzes com índices de UV, assim como acontece com a luz negra. “Porém, mesmo a luz do sol pode criar efeitos com cores muito vivas e supersaturadas”, afirma.  

Esse tipo de tinta está disponível em tintas serigráficas à base de água, plastisol, tintas para sublimação serigráfica, ou mesmo, em tintas sublimáticas digitais. “As tintas fluorescentes são simples de aplicar e criam efeitos incríveis.”

Como usar as tintas fluorescentes para obter bons efeitos?

Juarez Alves, técnico de aplicação da Gênesis, dá algumas dicas para que as tintas fluorescentes sejam usadas de maneira adequada e, assim, garantirem efeitos bonitos e de qualidade.

“As tintas serigráficas fluorescentes na versão à base de água possuem média cobertura, portanto, ao estampar em tecidos de tons escuros, é necessário aplicar um fundo branco antes da tinta fluorescente. A dica nesse caso é não secar em excesso o fundo branco para que a tinta fluorescente possa se fundir na camada de branco na secagem final. Algumas estamparias optam em misturar 10 a 15% de tinta branca na fluorescente para aumentar a cobertura, porém, os tons tendem a perder fluorescência. Para tecidos de tons claros ou pastéis, pode-se aplicar diretamente a tinta mix fluorescente. Recomenda-se aplicar de 3 a 4 demãos para obter um efeito bem acentuado”, ensina.

O especialista complementa que as tintas na versão em plastisol possuem maior cobertura. Ainda assim, é recomendado usar um fundo branco em tecidos escuros. “As matrizes recomendadas variam de 44 a 77 fios, dependo da camada desejada.”

Já para as versões em tintas sublimáticas (serigráficas ou digitais), a aplicação deve ser sempre realizada em tecidos 100% poliéster.

Dicas para se diferenciar no mercado

Moacir Wilson Ferreira dá uma dica especial para quem deseja usar tintas fluorescentes para se destacar no mercado. “A criatividade na concepção da estampa com o efeito fluorescente faz toda a diferença. Leve em conta onde será utilizada a peça e abuse do efeito!”

Ele também recomenda a profissionalização e o investimento em cursos para o estudo a fundo das técnicas e o acompanhamento das tendências para que seja possível continuar evoluindo na área.

“Estamos sempre em busca de novos desenvolvimentos e novas aplicações, acompanhando de perto as tendências da moda. Durante todos esses anos de experiência, percebemos que o mais importante, acima de tudo, é o uso e abuso da criatividade”, conclui.

Você utiliza ou já utilizou tintas fluorescentes em seus trabalhos? Compartilhe a sua experiência conosco no campo de comentários abaixo e continue acompanhando o nosso canal de conteúdo.   

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *