Colunistas, Gestão

Impressoras digitais (inkjet) têxteis; conheça os tipos

Embora a cabeça de impressão seja o núcleo tecnológico comum entre elas, as máquinas de estamparia inkjet têxtil variam bastante de formato e estrutura, sendo adaptada para os tipos de mídias e a capacidade produtiva. Conheça mais sobre elas a seguir:

  • Grande formato scanning (escaneamento): muito usual na estamparia digital têxtil, esse tipo de impressora tem um sistema de rolos que carregam, descarregam e movimentam o tecido para que ele receba as tintas disparadas pelas cabeças. As cabeças, por sua vez, ficam localizadas dentro do sistema de impressão que move-se sobre o tecido, realizando assim um “movimento de escaneamento”;
  • Única passada (single pass): impressora mais robusta, indicada para aplicações industriais de larga escala;
  • Rotativa: a máquina apresenta torres de impressão, cada qual dedicada a uma cor. As torres são equipadas com cabeças de impressão fixas – não se movimentam como na grande formato scanning;
  • Híbrida: trata-se de um tipo recém-apresentado no mercado internacional. É híbrida por mesclar impressão digital e serigrafia rotativa;
  • Garment-to-garment (DTG): apresenta uma estrutura dedicada a imprimir diretamente camisetas e vestuário. A impressora tem suportes (“pranchas”) nos quais as peças são fixadas, para sejam estampadas pelas cabeças.

_____________________________________________________________________________________________

Este artigo foi escrito por Luiz Ricardo Emanuelli (Portal InfoSign) a convite do canal de conteúdo da FuturePrint. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *