Gestão

Como definir a melhor opção de impressora plotter para grandes formatos?

Quem é do ramo sabe: escolher a melhor opção de plotter – impressora que dá a possibilidade de imprimir imagens em grandes formatos – é um dos fatores que mais garantem a qualidade nos trabalhos de sublimação. Afinal, estamos falando de uma ferramenta de comunicação visual de alto impacto, ideal para a exposição interna ou externa de uma marca ou campanha em grandes proporções.

A impressão com plotter é feita de forma digital no papel, em adesivos, plásticos, materiais vinílicos, tecidos, vidros, entre outros substratos. E como estamos falando em dimensões grandes, medidas em metros, o arquivo utilizado precisa estar numa qualidade altíssima para que o resultado final seja de qualidade.

No mercado, podemos encontrar diversos tipos de máquinas para plotagem, como, por exemplo, os plotters que realizam recortes especiais, deixando o fundo vazado para a aplicação em espelhos, carros e vidros, além de modelos que imprimem em adesivo perfurador, aquele permitido por lei para ser colado no vidro traseiro dos automóveis.

Como acertar na escolha da impressora plotter? 

Em meio a tantas opções, acertar na escolha da impressora plotter é fundamental para garantir o sucesso de seus trabalhos. Por isso, tome cuidado ao definir o maquinário a ser utilizado levando em consideração apenas o atributo do preço.

“A melhor opção de investimento em plotter para a sublimação deve ser aquele equipamento que atenda a demanda e apresente a melhor relação custo-benefício. Ou seja, formato, preço, manutenção, qualidade e valor dos insumos e assistência técnica”, recomenda João Leodonio, proprietário da empresa Pari Soluções em Sublimação.

1 – Defina os seus objetivos

Para não se perder em meio a tantas possibilidades de impressão e tipos de plotter, é importante definir quais possíveis clientes poderão solicitar esse tipo de trabalho para você, assim como se a impressão em grandes formatos será foco do seu trabalho ou apenas uma atividade secundária a ser explorada.

Tenha em mente que, infelizmente, você não vai encontrar uma impressora plotter que consiga atender a todos os tipos de trabalho. Por isso, é primordial focar naquilo que é relevante para o seu negócio e fazer uma escolha inteligente.

2 – Custo do equipamento e dos suprimentos

Você precisa avaliar qual o retorno que determinado tipo de impressora plotter poderá trazer para o seu negócio. Outro ponto importante em relação aos gastos está nos suprimentos que serão utilizados. Normalmente, equipamentos mais caros demandam gastos menores com tintas. E, se você pode investir um pouco mais, esta pode ser uma excelente economia a longo prazo.

Também não deixe de considerar se o suprimento necessário é fácil de ser encontrado. Não há nada pior do que ficar sem material de trabalho e precisar pagar muito caro ou ter de esperar muito tempo para consegui-lo.

3 – Tecnologia e vida útil

Antes de escolher o modelo de plotter a ser utilizado, vale a pena tentar descobrir qual a vida útil das peças dessa impressora, para evitar que as impressões percam a sua qualidade inicial. Pesquise, inclusive, qual o período indicado pelo fabricante para a manutenção do equipamento, evitando assim possíveis falhas e paradas de produção.

Conte, também, com um software de impressão que permita controlar o processo produtivo para ajudá-lo a analisar o desempenho da máquina e, dessa forma, aumentar a produtividade.

Além disso, busque informações sobre a tecnologia da cabeça de impressão ao fazer a escolha do plotter, já que ela está relacionada ao consumo da tinta e, consequentemente, ao gasto com a compra de suprimentos. Lembre-se: uma boa impressão vai gastar menos tinta para atingir uma qualidade boa.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *