Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Artigo José Luiz Tejon (7).png

Covid-19 – Uma lição preciosa da natureza

Recessões econômicas desaceleram negócios e eliminam empregos e negócios, mas promovem um choque de realidade no mundo.

Não há nada no universo que seja só negativo ou positivo e fatos se interligam dinamicamente.  Recessões econômicas desaceleram negócios e eliminam empregos e negócios, mas promovem um choque de realidade no mundo. É certo que no cenário pós Covid-19 nada será como antes - relações sociais, políticas, de produção e venda. Muitas dores e coisas boas virão a reboque - menos é mais, sustentabilidade, conservação e reuso, redesign. Sem atenção, escutamos estas palavras há tempos. Agora devem se inserir na nova economia.

Políticos terão mais atenção pública sobre seus privilégios e golpes contra os bens nacionais. O desemprego dará margens a oportunistas, demagogos e alarmistas e instituições que incutem culpa e medo. Os menos afortunados e empresas de pequeno porte terão pela frente dias muito duros e oportunidades.

Covid-19, um organismo de 120 namômetros (nm=1 mm:1.000.000) é uma obra de arte do design natural. Simples, eficiente, fácil de funcionar no lugar certo. É uma lição sobre desenho de produtos eficientes e oportunos.  O “mercado global” do Covid-19 vinha sendo desenhado há muito tempo: processos industriais e de uso de água e energia assassinos; estilo de vida e consumo exacerbados, desatenção à saúde pública, globalização. Nunca a depressão minou tanto o sistema imunológico de crianças, adultos e velhos. No Brasil, todo dia, jogamos fora 40 toneladas de comida e 3,4 milhões de brasileiros passam fome (Embrapa). No ano, o mundo joga fora mais de 1,3 bilhão de toneladas de comida (30% da produção) e a cada 10 pessoas 1 passa fome (FAO).  Continuamos entupindo os oceanos, rios  e lixões com plástico. 50% das roupas fabricadas no mundo vão para o lixo em menos de 2 anos.  Todos nós erramos muito. A globalização distribuiu as consequências. Covid-19 é uma lição sobre simplicidade, eficiência e competência que nos serve pessoalmente e aos nossos produtos.

 Hora para revisar o design de nossa vida e empreendimentos

  1. Economia nundial – Covid-19 deve impor perda de pelo menos US$1 trilhão e recessão. A maioria das pessoas vai pesar muito mais antes de gastar dinheiro, vai mirar produtos úteis, duráveis e atemporais. O dominó derrubará encomendas, cadeias de suprimentos e até 25 milhões de empregos. Países exportadores de matérias primas e importadores de acabados, como o Brasil, vão perder mais enquanto que o mercado interno pode ser revigorado. Negócios de qualquer tamanho podem se beneficiar gerando produtos bem desenhados. As pessoas estarão mais sensíveis ao design que equilibra preço, qualidade, eficiência e facilidade de uso. Beleza sempre será importante, até em um pacote de feijão.
  2. Design é tudoDesign inovador é a solução de uma necessidade. O estado mental que projeta, constrói ou destrói a vida da pessoa, as escolhas e decisões são exemplos de design autoral. Sucesso, perdas e crises são consequências do design. Na maioria das empresas um produto principal sustenta as contas. É hora de eliminar produtos desnecessários. Isso também se aplica nas nossas vidas – o que e quem nos ajuda e nos atrapalha? Lembremo-nos do foco do Covid-19: eficiência e rapidez de ação sobre o alvo.
  3. Política –O governo brasileiro deve tomar posição rápida e firme em favor da indústria nacional, deve estancar a perda de empregos eliminando a corrupção e a gastança estatal que alimenta parasitas espalhados nas suas três esferas de poder. Nesta crise, o empresário Brasileiro, castigado por inúmeros tombos da economia, continuará lutando com o que tem, mas precisa ser prestigiado por quem legisla e por quem compra.
  4. É hora de fé, trabalho duro e prestígio ao brasileiro – Sem fé, auto estima e trabalho ninguém constrói nada. Nada de desânimo. Não é hora de preguiça. Sem trabalho direcionado a objetivos claros será impossível vencer. “Se você está atravessando o inferno vá em frente!”. (Winston Churchill durante a Segunda Guerra Mundial). Tenhamos fé em nós mesmos e vamos nos ajudar.

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro da Feira Futureprint lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo webinars, whitepapers e muito mais.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar