Feira Future Print faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Aplicação de vinil autoadesivo: métodos

Aplicação de vinil autoadesivo: métodos

É muito importante entendermos quais são os métodos de aplicação da película autoadesiva.

Há dois métodos: úmido e a seco. A diferença básica entre eles está na presença ou não da água no processo. Esta tem a finalidade de criar uma “película” entre o adesivo (cola) e a superfície a ser aplicada a fim de diminuir a aderência (tack) inicial do adesivo. Isto faz com que a camada do adesivo tenha menos área de contato com a superfície ajudando na espatulação da película autoadesiva.

Na aplicação a úmido é possível reposicionar a película autoadesiva até encontrar o seu posicionamento correto para iniciar a espatulação. Já no outro método, como a aderência é a total, não é possível fazer o reposicionamento total do vinil.

Cada método traz suas vantagens e desvantagens. O quadro abaixo resume as características dos processos:

 

Uma pergunta bastante frequente é: quando optamos por um ou outro método? A resposta é simples: o tipo de superfície nos direciona ao método a ser utilizado. Resumindo: o método a seco é indicado para qualquer tipo de superfície e o a úmido é SOMENTE para superfícies planas ou com curvaturas simples.

A pergunta seguinte é: Por que? Porque ao se utilizar o método a úmido, nas superfícies complexas (com curvaturas compostas, baixos relevos), não se consegue remover toda a água utilizada no processo. E esta fica “presa” entre o adesivo e a superfície em um formato de microbolhas de água. E, não são perceptíveis após a aplicação.  Quando a imagem aplicada recebe calor (do sol), as microbolhas aumentam e durante um vândalo (causado pela manutenção de limpeza), o vinil nessa região se rompe causando estragos irrecuperáveis à imagem.

Assim, recomenda se atentar na escolha do método. Facilitar a aplicação, nem sempre pode resultar em boa performance da imagem.

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar