Gestão

7 dicas para fazer uma boa gestão em empresas de serigrafia

Como já dissemos diversas por aqui, o mercado de serigrafia é bastante abrangente e oferece diversas oportunidades de negócio para quem está começando. Apesar disso, fazer uma boa gestão em empresas desse ramo nem sempre é uma tarefa fácil. Cabe aos empreendedores o desafio de se preparar muito bem, conhecer o mercado, investir em possíveis diferenciais e colocar em prática as dicas que daremos a seguir. Confira:

1. Estruture um plano de negócio 

O plano de negócio é o primeiro passo para estruturar uma empresa, independentemente do seu ramo de atuação. É nesse documento que vão constar informações importantes sobre o mercado, os concorrentes e os diferenciais da organização. “Ele deve detalhar ao máximo a empresa. Informações como objetivos, localização, público-alvo e investimento necessário devem constar neste documento. Afinal, com ele, também fica mais fácil conseguir um empréstimo no banco”, ressalta Gabriel Pfeifer, da eGestor.

2. Entenda a fundo quem são os seus clientes

Cuidado ao acreditar que qualquer empresa ou pessoa pode ser um cliente do seu negócio. Apesar de ser possível, esse tipo de visão não permite que você direcione a comunicação e os serviços/produtos da sua empresa a um público específico.

Em outras palavras, ao querer agradar a todos você pode acabar não agradando ninguém. E esse é um dos grandes erros de gestão que compromete o crescimento da empresa.

Defina, portanto, quem são os seus clientes predominantes e comece a notar padrões de comportamento. Entenda pontos importantes, como a ocasião em que eles compram, o que eles enxergam como vantajoso e o que os motiva a comprar.

Use essas informações para melhorar o seu atendimento, fazer ofertas atrativas e lançar novos produtos e serviços que chamem a atenção.

3. Conte com boa estrutura física

Apesar de não ser preciso de muito espaço para abrir uma empresa de serigrafia, a sua estrutura física vai fazer toda a diferença para o seu crescimento.

“O ideal é escolher uma sala com, pelo menos, 50 m², que dará a você a possibilidade de contar com vários colaboradores e produzir uma quantidade significativa de produtos. Geralmente, quem procura o serviço de uma serigrafia, solicita itens acima de 50 unidades por encomenda”, aconselha Pfeifer.

Lembre-se de que a sua estrutura também precisa facilitar o trabalho e os processos internos e criar um ambiente agradável para os funcionários. Por isso, não deixe de lado a acessibilidade do local e, muito menos, a limpeza e a segurança.

4. Atente-se à logística e ao estoque

A má gestão empresarial da logística e do estoque costumam gerar uma perda significativa de dinheiro para as empresas. Por isso, é importante ter um controle bastante preciso da quantidade dos produtos e das épocas do ano em que eles mais saem. Essa gestão vai ajudá-lo a não comprar mais insumos do que o necessário e acabar ficando com material parado.

De acordo com Gabriel Pfeifer, existem alguns indicadores essenciais para um bom controle de estoque: “o giro de estoque, por exemplo, indica quanto do valor investido na compra de produtos é recuperado por meio das vendas.”

Já a logística, é importante para facilitar as entregas dos pedidos. Você pode analisar se não vale a pena terceirizar esta área com uma empresa especializada. Dessa forma, os produtos chegarão rapidamente aos clientes e você ainda terá a garantia de que a integridade deles estará preservada.

5. Jamais deixe a gestão financeira de lado

A área financeira, muitas vezes, é um aspecto ignorado pelo empreendedor. No entanto, ela é determinante para o crescimento saudável do negócio e, principalmente, a sua lucratividade.

Além de manter um controle das entradas e saídas, é importante realizar previsões de aportes financeiros, tentar antecipar pagamentos para conseguir descontos e, especialmente, separar o dinheiro da empresa da renda pessoal.

Mesmo você sendo dono do negócio, as retiradas que fizer devem ser computadas nas finanças da empresa. Dessa forma, você saberá exatamente o quanto ela precisa para se manter e terá um controle maior do seu salário. “Pode parecer difícil lidar com essa parte do negócio, mas uma ferramenta de gestão financeira ajuda e simplifica o processo”, recomenda.

6. Gestão de pessoas também faz parte

Outro ponto que acaba sendo deixado de lado na correria da rotina é a gestão de pessoas. É importante reunir que os melhores colaboradores estejam ao seu lado. E, nessa hora, não basta considerar apenas as habilidades técnicas de cada um, mas um comportamento alinhado aos valores da empresa.

Também vale a pena treinar constantemente a sua equipe e estar disposto a ouvir sugestões. Lembre-se de que toda ajuda é bem-vinda e, muitas vezes, quem está no dia a dia do negócio consegue ter uma visão mais detalhista para trazer melhorias.

7. A divulgação é importante para a gestão empresarial

“Empresas de serigrafia, geralmente, são procuradas por pessoas que estão em busca deste serviço. Por isso, é importante que o negócio esteja presente em mídias que alcancem uma boa audiência”, avalia Pfeifer.

E nesse sentido, usar do poder das redes sociais vai ajudar a ampliar a visibilidade da sua empresa. Ter um site bonito e atrativo também faz toda a diferença para atrair novos clientes. Afinal, a internet tem aberto as portas para que pequenos negócios consigam alcançar potenciais clientes.

E você, como faz a gestão empresarial da sua empresa de serigrafia? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e até a próxima. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *