Gestão

10 dicas para lidar melhor com jovens funcionários

 

Lidar com conflitos de gerações é um desafio constante do setor de comunicação visual, reconhecidos como porta de entrada no mercado de trabalho. Atualmente, o foco está em como administrar a geração Y, também chamada de millennials, composta por nascidos entre os anos 1980 e 2000. O perfil profissional é de pessoas acostumadas a mudanças rápidas e com facilidades com tecnologia, mas consideradas rebeldes por gestores, pois querem trabalhar em casa e flexibilidade de horários, além de apresentarem dificuldades em trabalhar em grupo e em aceitar ajuda de profissionais mais velhos.

Entretanto, de acordo com a pesquisa “Myths, exaggerations and uncomfortable truths – The real story behind Millennials in the workplace”, do IBM Institute for Business Value (Mitos, exageros e verdades desconfortáveis – A história real sobre millennials no escritório, em tradução livre), é preciso tomar cuidado com essas características.
Um dos mitos reunidos na pesquisa é que esses jovens querem ser reconhecidos constantemente e acreditam que todos os integrantes da equipe merecem troféus, quando na verdade querem um líder ético e justo. Para eles isso é mais importante do que ter resultados reconhecidos o tempo todo. Além disso, também se diz que eles são viciados em tecnologia e querem tudo online, porém preferem aprender novas habilidades profissionais em ambiente físicos e não virtuais.

Segundo o estudo do IBM Institute for Business Value, 39% dos millennials gostaria de ir a um evento patrocinado, 37% deles frequentaria um curso em instituições de educação e 36% se interessa por trabalhar ao lado de colegas experientes. A conclusão da análise é que a maior diferença entre os profissionais Y e os das demais gerações é o desenvolvimento imerso em um mundo tecnológico, até por isso são considerados os primeiros nativos digitais a se juntarem às forças de trabalho.

  1.  Aceitar que eles foram criados pela geração X e possuem valores diferentes, segundo estudo realizado pela Pralong
  2.  Tente aprender com a geração Y. Para a diretora de Diversidade da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos),  Jorgete Lemos Leite, os profissionais mais velhos devem lembrar que já foram alvo de críticas e que nem tudo que é novo é ruim.
  3.  Faça um ambiente motivador. Jovens buscam uma estrutura de trabalho em que todos decidam juntos.
  4.  Seja um gestor que incentive avanços e crescimento de sua equipe.
  5. Receba abertamente perguntas sobre processos da empresa.
  6. Dê informações claras. “Millennials não se interessam por meias verdades, isso acaba com a credibilidade”, explica Jorgete.
  7. Seja um exemplo. Esses profissionais seguem atitudes praticadas no dia a dia como valores, visões e missões nas empresas onde trabalham.
  8. Ofereça feedbacks sempre que possível.
  9. Crie ambientes que estimulem desafios de aprendizado.
  10. Capacite. A geração Y busca ambientes de trabalhos que oferecem capacitação profissional.

9

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *